ESTRATÉGIA

Consultoria de gestão e estratégia: principais áreas de atuação

Toda empresa encara gargalos e grandes desafios durante sua corrida por crescimento e posicionamento em um mercado altamente competitivo. Nesses momentos se faz necessário encarar o problema por um novo ângulo. O poder da consultoria de gestão e estratégia é exatamente esse: profissionais especializados entendem as dores do cliente, estudam o histórico, analisam os possíveis cenários, definem ferramentas, fluxos e a metodologia mais adequada para alcançar o resultado desejado.

“Cada vez mais as empresas se preocupam com as mudanças que, mais do que nunca, se tornam universais. Existem constantes discussões sobre reestruturação, reorganização, reorientação, reengenharia, implantação de novas tecnologias e novos métodos de distribuição, fusões e aquisições de mudança na maneira de pensar. O que no passado era exceção tornou-se regra. Nenhuma empresa consegue escapar da necessidade de mudanças, pois cresce em um ambiente onde estas acontecem rapidamente. Ela pode provocar ou somente submeter-se às mudanças, mas de um modo ou de outro, deve mudar.” (GROUARD e MESTON, 2001, p.1)

Inovação é palavra de ordem. Mudança é constante, inevitável e necessária. A cada dia só aumenta a velocidade com que as decisões estratégicas devem ser tomadas. Para sobreviver nesse ambiente e ainda dar conta das questões operacionais do dia a dia, o alto escalão das empresas busca por consultorias estratégicas que apoiam suas decisões com recomendações, planos de ação e análises profundas. Qualquer mudança deve ser implementada sobre um plano, e é a consultoria que traça esse plano e aponta o melhor caminho a seguir.

“Ainda é preciso tomar decisões difíceis sobre o que fazer e, mais importante ainda, o que não fazer. E, ainda que esteja orquestrando dezenas de arenas, sua capacidade tem limites. Logo, definir onde sua empresa quer competir, como pretende sair vitoriosa e como vai passar de vantagem a vantagem é crucial.” (MCGRATH, 2014, p.47)

Podemos considerar que uma consultoria pode atuar em qualquer área dentro das corporações. O importante é entender qual é o desafio, a expectativa do cliente e definir o caminho de forma estruturada e definitiva. Mas, em quais áreas das corporações uma consultoria pode atuar?

Confira abaixo as áreas-chave de atuação de uma consultoria de gestão e estratégia:

Estratégia

A consultoria utilizada diretamente na estratégia tem o objetivo principal de gerar uma visão clara a longo prazo e orientar tomadas de decisão em relação a novos produtos, novos mercados e novos canais. Nessa vertente são desenvolvidos planos estratégicos, são geradas soluções inovadoras e a disseminação de uma cultura estratégica sustentável.

A consultoria produz planos de negócio, planejamentos estratégicos, estruturação de novos negócios, estratégias de unidades de negócio, etc.

Analytics

Usar análise de dados e inteligência para pautar as tomadas de decisão e a visão estratégica do negócio: essa é a função da consultoria em Analytics. Com a utilização de ferramentas de BI e análise de informações é possível descobrir oportunidades incorporadas nos dados, melhorar o desempenho da empresa e gerar vantagem competitiva.

A consultoria gera insights com base na análise de resultados e contextos mercadológicos; direciona a visão gerencial e estratégica do cliente para seus dados; sugere novas formas de utilização e análise dos dados internos; e reforça a cultura de gestão por indicadores.

São produzidas análises mercadológicas, mapas de competitividade e dashboards estratégicos, entre outros produtos.

Saiba mais sobre o papel do BI no processo de tomada de decisão AQUI!

Operações

A atuação da consultoria em operações visa aumentar a produtividade e o desempenho operacional, reduzir custos e, principalmente, alinhar a operação aos objetivos do negócio. Os processos da empresa são mapeados e ajustados para ficarem de acordo com a estratégia; novos canais são estruturados para aumento da eficiência logística; a cadeia de suprimentos é aprimorada; e custos são reduzidos através da reestruturação da operação.

É feito o redesenho de processos, desdobramento dos indicadores estratégicos em operacionais, gestão da rotina, revisão do Modelo Operacional, etc.

Pessoas e Organizações

Essa área de atuação é comum a todas as consultorias, mas cada uma utiliza um nome diferente: transformação e recrutamento, organização, transformação organizacional, etc. Todas essas são definições e desdobramentos do mesmo objetivo: estruturação do negócio, garantindo organização interna que permita otimizar o fluxo de comunicação e processos dentro da companhia.

Tudo que engloba estrutura organizacional e gestão de pessoas está dentro desse tópico. Mapeamento de habilidades e competências necessárias para atingir os objetivos estratégicos da empresa; processo de recrutamento; capacitação de profissionais; disseminação da cultura organizacional; redesenho de processos e estruturas organizacionais.

A consultoria entrega revisão de estrutura organizacional; treinamento de equipes; planos de carreira; desenvolvimento de conteúdo e aplicação de Workshops; entre outras melhorias diretas para a gestão de pessoas e organização.

Marketing e Vendas

Através de estratégias de marketing bem elaboradas e de uma bela comunicação de marca, é possível alcançar a vantagem competitiva. A intenção da consultoria nessas áreas, é aproveitar todo o potencial das oportunidades através do desenvolvimento das habilidades de marketing e vendas do cliente.

A consultoria auxilia na segmentação de consumidores, canais e pontos de vendas do cliente; avalia o objetivo estratégico e participa do desenvolvimento de marcas e produtos; busca soluções para aprimoramento da performance de vendas; elabora estratégias de pricing para garantir posicionamento no mercado e a margem desejada. Para alcançar os objetivos, a consultoria desenvolve estratégias de marketing, branding, planos de comunicação e treinamento de vendas.

Consumer e Design

Algumas consultorias chamam de “Consumer Strategy”, outras de “Consumer Insights”. O importante nesse tópico é entender que o consumidor é o foco e para conhecê-lo a fundo todo o trabalho tem que ser baseado em análises e técnicas de pesquisas. Só assim torna-se possível evidenciar oportunidades, criar conceitos inovadores e aumentar a competitividade.

Alinhados aos objetivos de marketing da empresa, são desenvolvidos planos e ações de experiência envolvendo shoppers em toda sua jornada de tomada de decisão; são criados projetos, conceitos e ideias para engajar o público target com a marca; são feitas pesquisas e diagnósticos gerando insights estratégicos e criando diferenciais competitivos.

São feitas análise de tendências; desenvolvimento de produto; material de comunicação; atividades de experiência com shoppers; e muitas outras alternativas que impactam positivamente os consumidores e trazem resultado para as marcas.

Essas são as seis áreas de atuação que se repetem em todas as consultorias de gestão e estratégia, pois são efetivamente as frentes que trazem resultado para toda e qualquer empresa. Além dessas, as maiores consultorias do mercado (Bain, McKinsey e BCG) apresentam algumas outras áreas mais específicas como sustentabilidade, transformação digital, risco, entre outras. A Grão Inteligência age nas seis principais áreas de atuação e, dentro delas, desenvolve projetos de acordo com a necessidade da empresa cliente.

Para saber mais, acesse AQUI!

 

Algumas referências acadêmicas para se aprofundar nesse tema:

GROUARD, Benôit. Empresas em Movimento: conheça os fundamentos e técnicas de gestão de mudança / Francis Meston ; [tradução Marcia Tadeu]. São Paulo : Elsevier.

MCGRATH, Rita Gunther. Vantagem Transitória; Revista Harvard Business Review; RFM Editores.

 

Natalia Brandão
Especialista em Comunicação Digital